1

Arroz de Carreteiro

Arroz de Carreteiro

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

Ingredientes (6)

Ingredientes


Preparo

Ingredientes

  • 1. MODO DE FAZER:
  • 2. Dessalgue o charque já cortado em pequenos cubos, sem fervê-lo, colocando-o numa vazilha com agua, que deverá ser trocada a cada duas horas; (+- 12 horas).
  • 3. Coloque o arroz de molho, sem lavá-lo.Corte a linguiça em rodelas, frite-as e reserve sem o excesso de gordura;
  • 4. De preferência numa panela de ferro ou outra de parede grossa, derreta o toucinho (bacon), e doure o alho e a cebola.
  • 5. Após, coloque o charque, a linguiça já frita (opcional) e a pimenta a gosto, acrescentando +- 1 litro de água. Deixe cozinhar no mínimo por 30 minutos, colocando em seguida o arroz. Verifique o sal e a água, completando-os se necessário.
  • 6. Sirva em seguida.
  • 7. DICAS: O charque + maturado acentua o paladar e torna o arroz de carreteiro mais original; Coloque o tempero verde num recipiente para que cada um se sirva a gosto;
  • 8. Não ferva o charque para tirar o sal, mantendo desta forma o gosto mais autentico; Regule o sal somente ao final, pois com a fervura do charque o sal pode se acentuar;Sirva o arroz de carreteiro assim que ficar pronto, ainda quente, e bom apetite;O arroz deve corresponder a 1/3 do peso do charque;Para cada quilo de charque, coloque uma cebola grande e dois dentes de alho;O arroz leva de 10 a 20 minutos para cozinhar, dependendo do fogo;Quanto mais tempo cozinhar o charque, mais macio fica;Verifique a quantidade de fogo, pois dependendo da panela poderá queimar o arroz.

Tempo de preparo:

Comentários (1)

No dia 20 de Setembro para nós Gaúchos comemora-se a data máxima: Revolução Farroupilha. E para comemorar a data, um dos pratos típicos além do churrasco é claro! Neste caso estou falando do Arroz de Carreteiro: Que felizmente por muitas vezes tanto meu Pai como Minha Mãe e inclusive amigos fizeram na panela de ferro para que pudéssemos ter o privilégio de comer um prato genuínamente criado por nossos antepassados. Curiosidades: Arroz de Carreteiro: Prato característico do cardápio gaúcho. Nascido da luta das estradas, seu sabor se confunde com o prazer de viver nestes pagos soberanos. (Extraído do livro de Salvador Ferrando Lamberty – “ABC do Tradicionalismo Gaúcho” , 2. Edição, Martins Livreiro Editor, 1989). Carreteiro: Aquele que conduzia as carreteadas, que era um veículo de tração animal, uma espécie de carroça puxada por bois. Os rangidos dos rodados eram a certeza do transporte do suprimento necessário para erguer-se um rancho, vanguarda dos confins das plagas do sul. Cortando distâncias, o carreteiro deixava a família e a querência. Um fiambre, contendo charque, tinha presença na mochila do carreteiro. Era o alimento protéico mais adequado para vencer a carreira das distâncias.

Avalie:

Comente:

Quanto tempo você levou para preparar esta receita?

:

Você achou: