1

Lavanda e tomilho com frango

Especial Verão

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

Ingredientes (14)

Ingredientes


Preparo

Ingredientes

  • 1. Preaqueça o forno a 190ºC. Besunte o frango com manteiga e tempere com sal e pimenta. Numa panela ou assadeira que possa ir ao fogo, doure a échalote ou a cebola no azeite, junte o frango e comece a dourá-lo (vai terminar no forno, que já deve estar aquecido).
  • 2. Espalhe as ervas dentro e sobre o frango e leve ao forno para assar. Depois de 20 minutos, junte metade do caldo de frango e metade do vinho, banhado de vez em quando até que o frango esteja assado (cerca de 1 hora, no total).
  • 3. Retire o frango do forno e transfira para um prato à parte, cobrindo-o com papel de alumínio. Escorra o molho que sobrou na assadeira (mesmo que seja pouco) e reserve.
  • 4. Leve a assadeira ao fogo (no fogão) e acrescente o restante do vinho, deixando evaporar por completo. Acrescente a farinha, mexendo um pouco sem deixar queimar. Junte o restante do caldo e mexa bem, até engrossar um pouco. Adicione o molho reservado e deixe ferver mais um pouco. Se ficar muito grosso, adicione um pouco de água. Se desejar, passe por uma peneira.
  • 5. Corte o frango em pedaços, coloque-o num parto decorado com lavanda (ramos e flores) e os gomos de laranja e sirva o molho à parte.
  • 6. Rendimento: 4 a 6 pessoas
  • 7. Tempo de preparo: 1h20 min

Tempo de preparo:

Comentários (3)

CONHEÇO ESSA PLANTAÇÃO DE LAVANDA, A ROSSANA, DA FOTO, E A DELICIOSA RECEITA.

LAVANDA É DELICIOSA. EXPERIMENEI A RECEITA DE MNHA QUERIDA GRÁCIA MARIA E NUNCA SENTI UM AROMA E UM PALADRA TÃO GRATIFICANTE.

Lavanda - Lavanda é ideal para vários usos culinários, que incluem chá, biscoitos, xaropes, bolos, cheesecakes, sorvetes, geléia, tortas, vinho, vinagrete - a lista é infinita. A lavanda dá seu próprio sabor, junto com alguns tons cítricos. A planta, comum na perfumaria, também é usada para aromatizar doces, preparar infusões e, até, para dar mais sabor a assados Lavanda. Sinônimo de cheiro bom, de banho tomado, de frescor, ou de lençóis e gavetas perfumados: seu nome deriva do termo italiano “lavare” (lavar, limpar). Nós, brasileiros, sempre a conhecemos assim, em frascos e sachês. Chegamos, inclusive, a utilizar a palavra para nos referirmos a outros aromas, pois uma “lavanda” é algo que “cheira bem”. Mas, de alguns (poucos) anos pra cá, apareceu por aqui uma variedade de lavanda cultivada — sim, porque ela é originária da Pérsia e do Sul da França, onde cresce nas encostas das montanhas e em zonas altas junto à costa. E começamos a associar o tal “cheiro bom” à planta que o origina, de pequenas flores azul-arroxeadas, e que podemos, atualmente, ter no jardim de casa, em vasos na varanda do apartamento. Dona de um dos perfumes mais nobres da natureza, a lavanda, além de comum na indústria cosmética, é também usada na culinária: o que poucos sabem é que seu perfume e sabor lembram os do alecrim. A lavanda vai bem em receitas salgadas, como as que levam cordeiro, aves e alguns peixes, em pratos doces, infusões e para aromatizar vinagres e óleos. De aroma doce e intenso, deve ser utilizada com cuidado, em doses pequenas, pois o excesso pode arruinar um prato e conferir um retrogosto acre. O perfume e o sabor das flores é mais intenso que o das folhas, mas ambos podem ser usados, variando apenas a quantidade empregada.

Avalie:

Comente:

Quanto tempo você levou para preparar esta receita?

:

Você achou: