1

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

logomarca cybercook

Petit

Já Fiz

Ingredientes (9)

Como Fazer

  1. 1.
    Modo de Fazer
  2. 2.
    Unte muito bem, generosamente, as formas com manteiga e polvilhe com cacau em pó.
  3. 3.
    Numa vasilha, derreta em banho-maria o chocolate junto com a manteiga até obter uma pasta lisa, brilhante e homogênea. Desligue o fogo e reserve mantendo a tigela na água quente. Se, preferir, use o microndas.
  4. 4.
    Separe as gemas das claras. Numa outra vasilha, coloque as claras e, depois, junte todas as gemas, passando-as por uma peneira para tirar a pele.
  5. 5.
    Bata os ovos na batedeira até aumentarem de volume e clarearem um pouco.
  6. 6.
    Acrescente o açúcar e continue batendo até que fique bem incorporado.
  7. 7.
    Acrescente a farinha de trigo e a pitada de sal e bata, também, até incorporá-la bem.
  8. 8.
    Pegue a pasta de chocolate e bata, também, com a batedeira por uns dois minutos.
  9. 9.
    Depois, volte a tigela da massa de ovos para a batedeira e vá acrescentando a ela a pasta de chocolate, sempre batendo. Use a espátula para auxiliar na homogeneização da massa com o chocolate. Bata muito bem a mistura.
  10. 10.
    Com uma colher, encha as formas com a massa, até pouco mais que a metade, deixando pelo menos um dedo abaixo da borda.
  11. 11.
    Cubra as formas com filme e coloque na geladeira por duas horas, no mínimo.
  12. 12.
    Vinte minutos antes assar, acenda o forno na temperatura máxima (lembre-se que um dos segredos do petit gâteau é a temperatura - alta - do forno).
  13. 13.
    Coloque as formas numa única assadeira para facilitar o manuseio e ponha para assar no forno, sempre na temperatura máxima.
  14. 14.
    Daí pra frente, olho no relógio e no forno. A menos que seu forno seja profissional ou super potente, seu petit gâteau vai assar entre 8 e 12 minutos. Como saber a hora certa para tirá-lo do forno, já foi explicado acima, é só conferir.
  15. 15.
    Depois de tirar do forno, aguarde uns 3 minutos para que ele esfrie apenas o suficiente para não explodir o creme na hora de desenformar.
  16. 16.
    Normalmente, ele sai fácil da forma (as vezes fácil demais até, é preciso atenção para que não escorregue do prato). Mas, caso balançando a forminha você sinta que ele ainda não se desprendeu totalmente, solte-o passando uma faquinha serrilhada em torno da borda interna da forma.
  17. 17.
    Para desenformar, coloque o prato em que será servido virado de cabeça para baixo sobre a forminha e vire.
  18. 18.
    Decore com uma folha de hortelã, uma cereja, ou da forma que melhor lhe agradar e siirva com sorvete. O mais comum é servir com sorvete de creme, mas escolha o sabor que mais agradar ao seu paladar. Pistache, por exemplo, harmoniza muito bem.
  19. 19.
    Dica: A massa pode ser conservada na geladeira por uma semana sem assar ou congelada. Congele a massa crua já enformada e, quando quiser assar, retire do freezer e deixe descongelar por 3 horas na geladeira.

Comentários (1)

Maria Barbosa

Petit gâteau (no plural petits gâteaux) é um pequeno bolo de chocolate com casca crocante e recheio cremoso, que se serve quente, geralmente acompanhado de sorvete de creme. Uma verdadeira tentação irresistível... Embora tenha ganho o mundo com esse nome, na França, país onde nasceu a receita, não se sabe bem quando ou em que lugar, petit gâteau é todo e qualquer bolo pequeno, qualquer bolinho. Para conseguir comer essa delícia que descrevemos acima, você precisa pedir um "Moelleux au Chocolat", ou mais familiarmente ainda, um "Mi-cuit" ou "Jusque Cuit". Dizem que foi em Nova York, na década de 90, que o "Moelleux" virou "Peti Gâteau". Dali propagou-se, chegando, também, ao Brasil, onde foi recebido de braços, ou melhor, de bocas abertas e foi conquistando lugar cativo e de destaque no cardápio dos restaurantes de todo o país. Sobre sua História, pouco se sabe na verdade. Mas, como o chantilly, o peti gâteau, ou o moelleux, como se prefira, leva todo o jeito de ter se originado de um erro. Alguém, provavelmente, tirou os bolinhos do forno antes do tempo e, surpresa magnífica, deu no que deu. Um daqueles raros e abençoados erros que dão certo. Bem mais simples e mais fácil de ser feito do que se imagina, o petit gâteau tem, entretanto, dois pequenos segredos. O primeiro é bater bem a massa - bem mesmo, quanto mais bater, melhor fica. O segundo segredo é assá-lo em forno bem quente, pelo tempo suficiente para tornar consistente as laterais da massa e deixar o miolo cremoso. Isso gira em torno de 8 a 10 minutos, dependendo do forno e do tamanho da forminha. Até que você se acostume e saiba exatamente de quantos minutos o petit gâteau precisa parar assar no seu forno, fique atento à massa enquanto ela está assando. O ponto ideal é quando as bordas já estão assadas e o miolo ainda não. Você saberá, pois além da massa estar mais alta nas bordas, haverá uma pequena depressão no meio, de cor mais escura que a das bordas. Se quiser arriscar menos, você pode testar uma forminha antes de assar todas. O petit gâteau deve ser assado em pequenas formas individuais. O tamanho pode variar de 7 a 9cm de diâmetro, com uma profundidade mínima 5cm. Normalmente, são usadas formas refratárias de vidro, porcelana ou cerâmica. É possível, ainda, assá-lo em formas de metal. Existem, também, formas descartáveis em lojas especializadas.

Doces Cacau em po Gema de ovo Manteiga Manteiga sem sal

Petit