logomarca cybercook

Cogumelos - Saudáveis Delícias (2ª parte)

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.

  1. Cogumelos - Saudáveis Delícias (2ª parte) cogumelos - saudáveis delícias - 2 parte há inúmeras espécies de cogumelos na natureza algumas espécies possuem venenos fatais outras possuem substâncias alucinógenas entretanto a minoria comestível é deliciosa os fungos servem de alimento para o ser humano há milhares de anos desde que nossos primeiros ancestrais ainda viviam da colheita daquilo que pudessem encontrar nas cercanias das cavernas eram raros e devia ser um sinal de grande sorte encontra-los há cerca de 800 anos entretanto os orientais desenvolveram um método de cultivo que tem facilitado a vida de quem os aprecia ultimamente no brasil têm sido cultivadas novas espécies antes encontradas apenas desidratadas que podem ser adquiridas frescas na maioria dos grandes supermercados recentemente os cogumelos têm sido estudados não só em razão de seu valor alimentício como também por suas qualidades medicinais importadas temos acesso também a algumas espécies desidratadas como o funghi porcini que devem ser reidratadas em água tépida aqui lhes apresentamos mais algumas espécies desses novos cultivares recentemente introduzidos no brasil hiratake pleurotus ostreatus são encontrados no brasil em três diferentes espécies diferenciadas pela cor branco cinza e salmão seu nome científico se deve ao formato semicircular lembrando o de uma ostra conhecidos como hiratake no japão as muitas variedades de pleurotus ostreatus são entretanto originárias da europa américa do norte e ásia os pesquisadores científicos referem-se a suas propriedades terapêuticas sobre o nível do colesterol do sangue dependendo da maneira como é utilizado sua carne é saborosíssima perfumada ligeiramente adocicada tem uma textura diferente dos outros cogumelos tendo oportunidade de prova-los todos durante o preparo desta matéria elegemo-los como a mais saborosa das espécies aqui apresentadas para prepara-los basta limpa-los com papel toalha ou pano pois devido ao modo de cultivo chegam ao mercado bem limpos ao adquiri-los procure aqueles de cor homogênea sem manchas umidade aparente ou sinais de mofo observe as lamelas parte de baixo do chapéu que deve estar clara conserve-os em geladeira por até uma semana pois têm durabilidade muito limitada se quiser conserva-lo por algum tempo mais refogue-o na manteiga e guarde-o por mais três ou quatro dias em refrigeração não devem ser congelados assim como o restante dos cogumelos sugestão espaguete ao hiratake tempo de preparo 20 minutos rendimento 4 porções ingredientes 250 g de hiratake 2 colheres de sopa de manteiga ou margarina 4 dentes de alho batidos no pilão não coloque sal 2 colheres de sopa de salsa picada finamente sal a gosto 250 g de espaguete ou outra massa de sua preferência queijo parmesão ralado na hora a gosto preparo leve ao fogo uma panela grande com água uns 3 litros e sal quando ferver junte a massa pique os cogumelos em tiras inclusive os cabos assim que a massa estiver no ponto leve uma panela ao fogo coloque a manteiga e espere derreter junte o alho e refogue-o até que esteja começando a dourar adicione o hiratake picado e refogue mexendo até que esteja murcho leva de um a dois minutos salgue a gosto salpique salsa picada dê mais uma mexida e apague o fogo junte à massa e sirva leve à mesa o parmesão ralado para que cada um o salpique a gosto em seu prato shimeji tricholoma aggregatum velho conhecido dos japoneses o shimeji é ingrediente do shabu-shabu quando ao natural fresco é encontrado em duas espécies diferenciadas pela cor a branca e a castanha cada uma das espécies tem um sabor próprio como diz seu nome científico este fungo nasce todo agregado de uma única haste brota um grupo de cogumelos cada um com seu próprio talo fino e alongado é uma boa fonte de lisina e vitamina b1 melhor ainda é seu sabor delicado as mesmas recomendações feitas a respeito das outras espécies são válidas para o shimeji adquira-o com bom aspecto sem manchas nem umidade aparente conserve-o na geladeira e utilize-o rapidamente seu sabor e aroma o tornam excelentes para sopas refogados e pratos de arroz sugerimos uma receita bem simples muito fácil de preparar e com um resultado excelente nos restaurantes japoneses é servido em uma travessinha de alumínio dentro de outra refratária ou de metal um pouco maior em que é colocado álcool quando o trazem à mesa o álcool é aceso e o efeito produzido é muito interessante sugestão shimeji à nagasaki ordem de servir acompanhamento tempo de preparo 15 minutos rendimento 4 porções ingredientes - 250 g de shimeji branco ou castanho ou um pouco de cada - 1 colher de sopa rasa de manteiga - 2 colheres de sopa de cebola ralada - 4 colheres de sopa de sakê - cebolinha verde picada fina - sal a gosto preparo separe os cogumelos e seus cabos finos das hastes grossas leve ao fogo uma panela coloque a manteiga e deixe derreter junte a cebola e refogue-a acrescente os shimeji refogue por cerca de um minuto e junte o sakê e a cebolinha picada deixando-o por mais um minuto prove e tempere com sal sirva quente leia também a primeira e a terceita parte da matéria cogumelos saudáveis delícias agradecemos a nosso amigo sérgio que nos auxiliou no preparo desta matéria bem como a da lúcia que nos forneceu preciosas dicas culinárias a respeito de cogumelos se quiser saber mais sobre o assunto dê uma espiadinha em www cogumelo cjb net.

Vídeo recomendado

Comentários (0)

Lanches