1
logomarca cybercook

Panetone de Goiabada

0
Já Fiz

Enviar fotos

Atenção: Imagens retiradas da internet possuem direitos autorais e estarão sujeitas a remoção caso seja comprovada a devida autoria. Dúvidas? Consulte nossos termos de uso.






  1. Panetone
    da Crise
    Temos recebido, através de e-mails
    e do Fórum, uma incrível quantidade de consultas sobre como fazer
    frutas cristalizadas, um processo muito trabalhoso e demorado que
    não costuma produzir resultados significativos em sua forma caseira.






    Não foi difícil encontrar a razão dos
    pedidos: as frutas de Natal estão caríssimas.
    Melhor que fazer as frutas cristalizadas,
    é substituí-las, pensamos. Logo estávamos a imaginar que outra coisa
    ficaria boa para rechear os panetones. Teria que ser um ingrediente
    barato e cujo sabor combinasse bem com a massa.
    A goiabada nos pareceu uma solução.
    Testamos, então a receita. Da primeira vez, colocamos a goiabada na
    mesma quantidade de frutas. Não ficou bom, pois a goiabada é mais
    doce que as frutas cristalizadas. Refizemos a receita, com metade
    dessa quantidade e obtivemos um resultado acima do esperado. Melhor
    ainda: ficou muito barato. Com 6 reais, contando o preço das formas,
    fizemos 4 panetones de meio quilo, bem pesados. A massa fica muito
    bonita, com aqueles pedacinhos vermelhos, o panetone cresce bem, enfim,
    nada deixa a desejar.
    É tão bom quanto o original? Bem, a
    receita tradicional vem de séculos de experimentações. Esta, ainda
    poderá sofrer modificações para ficar melhor. Prove e diga-nos o que
    achou.






    Panetone de Goiabada
    Ingredientes:
    Esponja







    - 100 g de fermento biológico fresco
    - 1 xícara de chá de açúcar
    - 2 ½ xícaras de chá de leite morno
    - 2 xícaras de chá de farinha de trigo
    Massa:
    - 1 quilo de farinha de trigo especial
    - 1 xícara de chá de açúcar
    - 6 ovos
    - 150 g de margarina
    - casca ralada de uma laranja
    - casca ralada de 1 limão
    - 1 xícara de café de conhaque
    - 2 colheres de sopa de essência de panetone
    - 1/2 quilo de goiabada picada em pedaços miúdos



    Modo de Preparar
    a Esponja:
    Coloque o fermento em uma vasilha grande,
    que caiba umas 4 vezes os ingredientes que serão utilizados. Despeje
    sobre ele o açúcar. Com uma colher, ajude o açúcar a desmanchar o
    fermento. Quando não houver mais pedacinhos e o fermento tenha se
    transformado em líquido, junte o leite morno e a farinha. Mexa bem
    até que se torne homogêneo. Cubra com um pano limpo e deixe crescer,
    até que dobre de volume.
    Enquanto isso, pique a goiabada. Parece
    simples, mas não é. Costuma grudar na faca ou uns nos outros, o que
    dificulta muito o processo. Aí, então, surge outra Cyberdica: Coloque
    um prato com farinha a seu lado. Corte fatias longitudinais da goiabada.
    Passe cada fatia na farinha de trigo. Torne-as à tábua. Recorte tiras
    de menos de um centímetro. Passe-as na farinha. Torne a corta-las,
    desta vez, em cubinhos de mais ou menos, um centímetro de lado. Já
    estarão soltinhas, mas torne a passa-las na farinha, deixando bem
    enfarinhadas.



    Modo de preparar a massa:
    Numa bacia ou na batedeira, junte a
    esponja de fermento, os ovos, a margarina, cascas de limão e laranja,
    o conhaque e a essência de panetone. Junte meio quilo de farinha e
    mexa para que fique tudo ligado.







    Despeje essa massa sobre uma superfície
    de bom tamanho e firme e comece a trabalha-la no método do estica
    e puxa, isto é: puxe a massa com os dedos abertos, em sua direção,
    rasgando-a e empurre-a de volta com o pulso. Enquanto isso, vá colocando
    mais farinha, aos poucos, sem parar de trabalhar a massa. Verá que,
    mesmo colocando a farinha, a massa continua mole e grudenta. É assim,
    mesmo.
    Junte toda a massa espalhada (faz uma
    sujeira!...) com o auxílio de uma espátula e trabalhe mais um pouco,
    enfarinhando a mesa (cuidado, use pouca farinha, senão obterá um pão
    mais seco). Isso faz com que se torne mais firme, mas, atenção: a
    massa do panetone é uma massa mole, não é igual à do pão.



    Divida a massa em quatro
    partes. Com as mãos, abra como um rocambole grosseiro. Pegue ¼ do recheio,
    espalhe sobre a massa aberta, feche e movimente-a girando-a com as mãos,
    enrolando-a para que o recheio penetre na massa. Coloque em um forma
    de papel ou outra e deixe crescer até que dobre de volume.





    Faça piques em forma de
    cruz com uma gilete ou tesoura, pincele gemas batidas na superfície.






    Leve ao forno pré-aquecido a 200°,
    até que esteja assado por dentro (pode verificar isso usando um palito
    de churrasco). Isso pode demorar de 45 minutos a 1 hora e pouco, dependendo
    do seu forno. Fica lindo, irresistivelmente dourado.
    Bommmmmmmmm...
    Outras receitas de Panetone:
    Panetone
    da Dani
    Panetone da Katia
    Panetone da Mariana
    Panetone Diet
    Panetone Recheado
    Panetone salgado
    Panetone Australiano da
    Maria Alice.
Já Fiz

Vídeo recomendado

Pão de Queijo

Você pode gostar...

Bolo de Chocolate Simples

Bolo de Chocolate Simples

Por Cristina Souza

Bolo de Fubá

Bolo de Fubá

Por Minas Kuyumjian

Bolo de Cenoura

Bolo de Cenoura

Por Janaine Pina

Pão Caseiro

Pão Caseiro

Por Maria Cristina

Comentários (0)

Panetone de Goiabada